Esportes Ultimas Noticias

Rei do Saibro! Relembre os 12 títulos de Nadal em Roland Garros

Dodecampeão! O espanhol Rafael Nadal ergueu a taça de Roland Garros pela 12ª vez no último domingo e ratificou a fama de "Rei do Saibro". Relembre os outros títulos do astro no torneio.

Dodecampeão! O espanhol Rafael Nadal ergueu a taça de Roland Garros pela 12ª vez no último domingo e ratificou a fama de “Rei do Saibro”. Relembre os outros títulos do astro no torneio.
Lance
O primeiro título de Nadal em Roland Garros foi conquistado em 2005. Estreante no torneio aos 18 anos, o espanhol bateu o argentino Mariano Puerta por 3 a 1, com 6-7 (6-8), 6-3, 6-1 e 7-5.

O primeiro título de Nadal em Roland Garros foi conquistado em 2005. Estreante no torneio aos 18 anos, o espanhol bateu o argentino Mariano Puerta por 3 a 1, com 6-7 (6-8), 6-3, 6-1 e 7-5.
Lance
Nadal voltou a levantar a taça do Grand Slam francês em 2006, ao vencer o suíço Roger Federer por 3 a 1, com parciais de 1-6, 6-1, 6-4 e 7-6 (7-4).

Nadal voltou a levantar a taça do Grand Slam francês em 2006, ao vencer o suíço Roger Federer por 3 a 1, com parciais de 1-6, 6-1, 6-4 e 7-6 (7-4).
Lance
Já rotulado como melhor do mundo no saibro, Nadal assegurou o tricampeonato em Paris em 2007, quando novamente derrotou Federer, desta vez por 3 a 1, com 6–3, 4–6, 6–3 e 6–4.

Já rotulado como melhor do mundo no saibro, Nadal assegurou o tricampeonato em Paris em 2007, quando novamente derrotou Federer, desta vez por 3 a 1, com 6–3, 4–6, 6–3 e 6–4.
Lance
Em 2008, Federer mais uma vez foi freguês de Nadal em Roland Garros. O espanhol atropelou o rival na decisão por 3 sets a 0, com parciais de  6–1, 6–3 e 6–0.

Em 2008, Federer mais uma vez foi freguês de Nadal em Roland Garros. O espanhol atropelou o rival na decisão por 3 sets a 0, com parciais de 6–1, 6–3 e 6–0.
Lance
Após ficar fora do pódio em 2009, quando caiu nas quartas e viu Federer ser campeão, Nadal se sagrou penta em 2010, ao bater o sueco Robin Soderling por 3 a 0, com parciais de 6–4, 6–2 e 6–4.

Após ficar fora do pódio em 2009, quando caiu nas quartas e viu Federer ser campeão, Nadal se sagrou penta em 2010, ao bater o sueco Robin Soderling por 3 a 0, com parciais de 6–4, 6–2 e 6–4.
Lance
Nadal voltou a frustrar os planos de Federer em Paris no ano de 2011. Ele derrotou o suíço na decisão por 3 a 1, com parciais de 7-5, 7-6 (3), 5-7 e 6-1, e alcançou o sexto título do Grand Slam francês, igualando Bjorn Borg como maior vencedor até então.

Nadal voltou a frustrar os planos de Federer em Paris no ano de 2011. Ele derrotou o suíço na decisão por 3 a 1, com parciais de 7-5, 7-6 (3), 5-7 e 6-1, e alcançou o sexto título do Grand Slam francês, igualando Bjorn Borg como maior vencedor até então.
Lance
E ninguém conseguia parar Rafael Nadal. Em 2012, o espanhol mais uma vez chegou ao topo, ao vencer o sérvio Novak Djokovic por 3 a 1, com parciais de 6–4, 6–3, 2–6 e 7–5.

E ninguém conseguia parar Rafael Nadal. Em 2012, o espanhol mais uma vez chegou ao topo, ao vencer o sérvio Novak Djokovic por 3 a 1, com parciais de 6–4, 6–3, 2–6 e 7–5.
Lance
Em 2013, a vítima de Nadal foi o seu compatriota Davi Ferrer. O "Rei do Saibro" levou para casa a oitava taça de Roland Garros depois do triunfo por 3 sets a 0, com parciais de 6–3, 6–2 e 6–3.

Em 2013, a vítima de Nadal foi o seu compatriota Davi Ferrer. O “Rei do Saibro” levou para casa a oitava taça de Roland Garros depois do triunfo por 3 sets a 0, com parciais de 6–3, 6–2 e 6–3.
Lance
Em 2014, Djokovic deu trabalho na final, mas não evitou que Nadal chegasse ao nono troféu, após o triunfo por 3 sets a 1, com parciais de 3–6, 7–5, 6–2 e 6–4.

Em 2014, Djokovic deu trabalho na final, mas não evitou que Nadal chegasse ao nono troféu, após o triunfo por 3 sets a 1, com parciais de 3–6, 7–5, 6–2 e 6–4.
Lance
Após dois anos sem levar a taça (não disputou 2015 por lesão e caiu nas quartas para Djoko em 2016), Nadal voltou o topo em 2017, após vencer o suíço Stan Wawrinka por 3 a 0: 6–2, 6–3 e 6–1.

Após dois anos sem levar a taça (não disputou 2015 por lesão e caiu nas quartas para Djoko em 2016), Nadal voltou o topo em 2017, após vencer o suíço Stan Wawrinka por 3 a 0: 6–2, 6–3 e 6–1.
Lance
No ano passado, Nadal também o austríaco Dominic Thiem na decisão, mas com um pouco mais facilidade do que no último final de semana. O triunfo veio por 3 a 0, com 6–4, 6–3 e 6–2.

No ano passado, Nadal também o austríaco Dominic Thiem na decisão, mas com um pouco mais facilidade do que no último final de semana. O triunfo veio por 3 a 0, com 6–4, 6–3 e 6–2.
Lance
Na decisão deste ano, o vice-líder da ATP reencontrou Thiem, atual quarto do mundo, e o venceu por 3 sets a 1, com parciais de 6-3, 5-7, 6-1 e 6-1.

Na decisão deste ano, o vice-líder da ATP reencontrou Thiem, atual quarto do mundo, e o venceu por 3 sets a 1, com parciais de 6-3, 5-7, 6-1 e 6-1.
Lance


Go to Source
Author: Lance